Categorias
Impressos | Títulos

Vick | Publicis Salles Norton

vick-propaganda-publicis
*Respire

Ouro em press, Cannes 2005.
Agência: Publicis Salles Norton
Redator: Arício Fortes
Diretor de arte: Jack Ronc

Categorias
Filmes

Yoplait | Norton

Yoplait Força. Único iogurte enriquecido com vitaminas.
Filme criado pela extinta Norton nos Anos 90*.

*Não encontrei a data exata.

Categorias
Impressos | Títulos

Polialden | Norton

A sacola tem telefone?
Anúncio da extinta e histórica Norton para vender sacolas personalizadas.

polialden-sacola-norton

Título e copy que valem o post.

Categorias
Opinião | Dicas

Contribuições da Língua Portuguesa para a Redação Publicitária

Dica de livro
Título: Contribuições da Língua Portuguesa para a Redação Publicitária
Ano de publicação: 2011
Autor: Marina Negri
Editora: Cengage Learning

Capa:

Descrição:

Contribuições da Língua Portuguesa para a Redação Publicitária é um livro que se apresenta ao público em boa hora. Afora o fato de ser uma proposta inédita no mercado editorial referente a obras dedicadas ao universo da Publicidade e Propaganda, a obra concentra-se na observação detida da especialidade Redação Publicitária e instaura um debate relevante sobre um tema raramente difundido: o aspecto por demais previsível da formulação verbal dos anúncios da atualidade.

Escrito em linguagem acessível e convidativa à leitura e à reflexão, ele subdivide-se em seis capítulos bem sequenciados, fundamentados por explanações de ordem teórica aplicáveis em Redação Publicitária e ancorados por exemplificações extraídas da Literatura, do Cinema, de reportagens jornalísticas, das artes em geral. Ao final de cada um deles, há uma dupla olicitação de devolutivas sugeridas, que se resumem a atividades práticas, vinculadas às temáticas abordadas, direcionadas a estudantes da área.

Trata-se, portanto, de uma obra fundamental para todos que desejam refinar seu desempenho em Redação Publicitária, considerando a Língua Portuguesa como suporte para o sucesso.

Sobre a autora:

Doutora em Artes & MultiMeios: Instituto de Artes da Universidade Estadual de Campinas – IA UNICAMP. Docente do Curso Pré-Vestibular da Faculdade de Economia, Administração, Ciências Contábeis e Atuária da Universidade de São Paulo – FEAUSP.
Docente da área de Comunicação Social do Centro Universitário Fundação Santo André – CUFSA.
Autora na Editora Cengage Learning – SP.
Redatora publicitária nas Agências: Leo Burnett, J.W.T., Norton Publicis – SP.

Categorias
Opinião | Dicas

Dica de Livro | É o que parece

O livro É o que parece! reúne em suas 240 páginas, 41 autores e 65 casos narrados pelos mais consagrados profissionais do mercado publicitário, da promoção, da produção publicitária, de veículos de comunicação, jornalistas e advogados. As narrativas contam experiências vividas durante mais de cinco décadas, num dos períodos mais significativos da atividade publicitária no Brasil. Essa obra é de iniciativa do Clube dos 100 Amigos, que este ano comemora seu 20º aniversário. O Clube foi fundado por alguns profissionais, mas que com o tempo foi agregando novos, formando um grupo de amigos cuja finalidade é manter as raízes históricas do mercado da comunicação publicitária. Os encontros desses amigos são realizados periodicamente durante almoços festivos, onde temas atuais são discutidos sem pressa e livre de qualquer compromisso. Esse Clube, com o passar do tempo transformou-se num case de marketing, como se diz no meio publicitário porque cada vez mais agrega amigos e sempre revelando novas facetas do vasto mundo da comunicação. A origem do Clube é contada no livro por José Francisco Queiroz, com passagens por grandes agências como Norton, J.Walter Thompson e mais recentemente pela ESPM.

É o que Parece! é prefaciado por Roberto Duailibi, que faz um resgate histórico desse os anos de 1955 até os nossos dias, destacando o quanto a propaganda tem contribuído para a economia de livre iniciativa. Além disso, lembra também de como surgiram entidades de defesa do setor como a Abap (Associação Brasileira de Propaganda), Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária, APP (Associação dos Profissionais da Propaganda), Grupo de Mídia, a criação da ESPM. Em certo trecho diz Duailibi em seu prefácio: “ Olho a lista dos membros do Clube dos 100 e vejo só amigos pessoais – e concluo que eles também são amigos entre sí”.

A Carta ao Leitor, assinada pelo editor e jornalista Antoninho Rossini apresenta a obra esclarecendo sobre a forma peculiar das narrativas visto que os autores são os seus próprios atores – os casos são contados na primeira pessoa. Vale ressaltar que apesar da descontração e irreverência, as revelações feitas são verdadeiras – daí o nome É o que parece!

Como demonstração de apreço pelo Clube dos 100 Amigos, o livro recebeu apoiadores como o Cenp (Conselho Executivo de Normas Padrão), APP, agência Lew´Lara/TBWA, Rede Globo, Grupo de Mídia e Editora Referência.

O livro poderá ser adquirido na sede da APP.
Rua Hungria, 664 11º andar
Tel (11) 3813.0188

Mais informações:
Gretha Patrícia – (11) 9 8175.2399

livro-e-o-que-parece